Fotografia de José Goulão vence prémio internacional da AMAN

Uma fotografia da autoria do fotojornalista José Goulão, da Agência Lusa, tirada durante um resgate de migrantes no Mediterrâneo, ganhou o prémio Internacional de melhor foto de 2018 da Aliança de Agências de Notícias do Mediterrâneo (AMAN), foi hoje anunciado.

Segundo a informação disponível na página eletrónica da AMAN, a fotografia foi tirada em 27 de outubro de 2017, ao largo da costa de Pozzallo, na Sicília, durante uma missão que a agência Lusa acompanhou no Mediterrâneo a bordo de uma fragata da Marinha Portuguesa.

De acordo com José Goulão, é uma foto de “um barco com migrantes que vinha da Líbia para Lampedusa, com 48 pessoas, entre elas uma mulher e uma criança”, e “dá conta do momento em que a criança é retirada da embarcação pelos fuzileiros”.

Os migrantes foram entregues às autoridades italianas 19 horas após terem sido resgatados da embarcação onde seguiam, que corria risco de incêndio.

O prémio da AMAN – um diploma, uma placa comemorativa e 500 dólares (cerca de 436 euros) – foi entregue pelo Comissário Europeu para as Migrações, Dimitris Avramopoulos, em Cape Sounion, na Grécia, durante a assembleia-geral da organização.

A fotografia premiada de José Sena Goulão da Agência Lusa, foi uma das envidas à Aliança de Agências de Notícias do Mediterrâneo (AMAN), em que cada uma das agências noticiosas pode concorrer anualmente com uma foto.

Fonte: Notícias ao Minuto

Anúncios